Logotipo TSQ Pinturas Decorativas

Marmorização

técnica pintura decorativa (marmorização) técnica pintura decorativa (marmorização) coluna marmorizada coluna marmorizada (vista superior)

Podemos imitar quase todos os tipos de mármores existentes evitando quebrar paredes, sujeira  etc.   Pode ser aplicado em paredes, objetos e móveis.

Alguns trabalhos realizados:

Parede de escritório marmorizada

Marmorização em escritório. Imitação do mármore Travertino

 

Loja M Stela Jóias

Marmorização em joalheria. Imitação do mármore Rosa Valência.

 

Escada caracol marmorizada

Marmorização sobre escada. Imitação do mármore Verde Alpi.

 

Escada em residência marmorizada

Marmorização sobre escada. Imitação do mármore Travertino.

 

Os granitos também podem ser imitados.

 

Saiba mais...

Uma breve história da marmorização encontrada na web:

Nas paredes de cavernas na França e Espanha, pinturas simples foram encontradas, com cenas do dia a dia há 15.000 aC.

Os micênicos, uma antiga civilização do Egeu, são conhecidos por terem decorado a cerâmica com marmorização há mais de quatro mil anos.

Artesãos qualificados da Índia e Egito começaram a dominar woodgraining (falsa madeira) e marmoreio ou marmorização (imitação de mármore), em 3000 aC, junto com a douração e pinturas murais. As ruínas de suas cidades indicam que eles decoraram as paredes, móveis, livros e acessórios em templos e palácios, bem como habitações humildes.

Exemplos de marmorização que é um trompe l' oeil (“engana olho"), podem ser vistas nas ruínas de Pompéia e Herculano.

A cerâmica romana combina argila de cores diferentes para sugerir os veios do mármore, que forneceu a inspiração para a cerâmica Wedgwood e Staffordshire do século 18.

A partir do século 13 o marmoreio foi usado em igrejas por toda a Europa para cortar custos, e para adicionar grandeza às características arquitetônicas, como fizeram os gregos e romanos. Do século 15 e 16, temos como exemplo a Basílica de São Pedro em Roma e da Capela Sistina, no Vaticano.

Em meados do século 16, o pintor italiano Paolo Veronese, e seus artistas combinaram belos exemplos de marmoreio com pintura mural, que pode ser visto no Villa Barbaro, em Maser, Itália.

Os artistas europeus do período renascentista treinados extensivamente em douração, stencilling, woodgraining e marmorização, bem como no afresco e pintura trompe l'oeil, foram contratados pelos ricos para decorar tudo, desde peças de mobiliário até paredes em castelos e palácios , como o Palácio de Versalhes perto de Paris.

Na França do século 18, móveis pintados para assemelhar-se a madeira (faux bois) e mármore (faux marbre) foram usados para combinar com as paredes em residências senhoriais, o que representava uma grande sofisticação.

A moda dos acabamentos de pintura foi exportada para a América do Norte no início do século 19, quando pisos marmorizados foram vistos no início de 1700.

Uma pequena seção do piso xadrez preto e branco marmorizado foi preservado na Van Cortland Manor House em Tarrytown, Nova York.

Falsa madeira e marmorização atingiram o auge da sofisticação do século 19, inspirados pela popularidade das caras e raras madeiras tropicais e mármores exóticos, e pelas pinturas apresentadas na Grande Exposição de Londres em 1851 e Paris em 1855.

Artesãos altamente qualificados, como John Taylor de Birmingham e do famoso Thomas Kershaw de Standish, foram premiados com medalhas em exposições de Paris e de Londres. Exemplos de seu trabalho podem ser vistos no The Victoria & Albert Museum, Londres e no Museu Chadwick, Bolton Reino Unido.

Adaptado do www.painting-effects.co.uk/history.htm

Entre em contato - Celular: 55 11 98430-8549 (TIM)| e-mail: thelart@yahoo.com

Copyright © 2011 TSQ Pinturas Decorativas. Thelma Shuña Queiroz. Todos os direitos reservados. São Paulo, Brasil.
Design by Ethel Shuña